Hillary Clinton em 1969: calças listradas e ideias ousadas


Em 1969, a então estudante da Wellesley College, Hillary Rodham, tornou-se a primeira aluna da instituição a discursar em sua formatura de graduação.
Estudante da faculdade para mulheres Wellesley College desde 1965, Hillary deixou o Partido Republicano e aproximou-se dos movimentos anti-Guerra do Vietnã e do ativismo negro. Em 1968, após o assassinato de Martin Luther King Jr., organizou uma greve estudantil de dois dias e engajou-se em uma campanha para recrutar estudantes e professores negros para a universidade.

(Foto: Lee Balterman/The Life Picture Collection/Getty Images)

A primeira aparição nacional de Hillary deu-se no ano seguinte, ao proferir seu discurso de formatura. Ao final de sua fala, Hillary foi ovacionada em pé durante sete minutos, sendo destaque em artigo da revista LIFE sobre o ativismo estudantil.

(Foto: Lee Balterman/The Life Picture Collection/Getty Images)

Em seu discurso, a jovem de 22 anos questiona o sistema das grandes instituições: “Estamos, todos nós, explorando um mundo que não compreendemos e tentando criar algo a partir dessa incerteza”, declarou. “Sentimos que nossa competitiva e gananciosa vida corporativa - incluindo, tragicamente, as universidades - não é o tipo de vida para nós. Estamos em busca de modos de viver mais imediatos, contemplativos e intensos. E então nossos questionamentos sobre nossas instituições, nossas faculdades, nossas igrejas, nosso governo, continuam.” (*)

(Foto: Lee Balterman/The Life Picture Collection/Getty Images)

(Foto: Lee Balterman/The Life Picture Collection/Getty Images)

(Foto: Lee Balterman/The Life Picture Collection/Getty Images)


Já naquela época, amigos apostavam que Hillary pudesse vir a ser a primeira presidente mulher dos Estados Unidos. 

Referências:

Império Retrô

Criado em 2010 por Rafaella Britto, o blog Império Retrô aborda a influência do passado sobre o presente, explorando os diálogos entre moda, arte e comportamento.

4 comentários:

  1. Ela era muito linda! Essas calças, eu jamais usaria, mas na época era muito legal hahaha. Uma pena que ela não venceu a eleição, não era perfeita, mas com certeza não pior que o Trump.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela era linda mesmo, Amyh! É triste que os americanos tenham elegido Trump...

      Beijos!

      Excluir
  2. Nunca vi fotos dela mais nova, que moça linda, inteligente! :O
    Nós tivemos uma bela oportunidade de sermos representadas nessa semana, e infelizmente o ódio tem ganho as primeiras batalhas e estou bem triste e apreensiva com tudo isso o que tem acontecido no mundo, mas espero o melhor, espero que tudo não passe de um mal entendido.

    Tenhamos fé, um dia seremos nós!

    Adorei a postagem, arrasou! Beeeeeeijo.


    www.generoproibido.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não estou conseguindo acreditar em tudo o que está acontecendo no mundo, Stefanie! Mas tenhamos fé de que é apenas um período ruim que vai passar.

      Fico feliz que tenha gostado!

      Beijos!

      Excluir