A rotina de beleza de Catherine Deneuve

Entrevista de Catherine Deneuve ao site Into the Gloss*


“Imagem sempre foi uma coisa a qual eu estive atenta. Mesmo antes de ser atriz, quando era menina, com minhas irmãs. Nosso pai gostava de tirar fotos, então estávamos sempre atentas a nossa aparência – maquiagem veio mais tarde. Fomos criadas no campo e tínhamos muito cuidado com o sol. Minha mãe dizia que não era bom para a pele, então eu protegia muito o rosto. Estou satisfeita, pois mesmo após tantos anos, minha pele continua em boa forma. E minha mãe também... ela tem 105 anos. Ela é incrível. Ela também era atriz, mas de teatro. Tenho certeza de que, em sua educação, ela aprendeu a ter os cuidados básicos com a própria pele.
Eu continuo trabalhando muito e acho que realmente preciso de um pouco de ar, especialmente nos fins de semana, então é ótimo voltar ao campo e estar mais perto da água. Obviamente, me visto de maneiras diferentes quando estou trabalhando e quando estou em público, mas no campo, minha maquiagem é exatamente a mesma. Posso não usar um batom vermelho, mas faço as sobrancelhas e sempre uso alguma coisa nos lábios. E perfume. É algo que faz parte de mim.

(Foto: Virginie Khateeb)

Cuidados com a pele

Todo dia pela manhã eu tomo suco de limão. Não que sirva muito para limpar, mas acho que é muito bom para a pele e para a parte branca dos olhos. Depois eu uso o leite de colônia da Clarins e misturo com Darphin. À noite eu também faço essa mesma mistura, mas não todos os dias. A pessoa que tem cuidado da minha pele diz que o colágeno tem que agir sozinho, sem tantos cremes para substituí-lo. Algumas noites por semana eu uso o Darphin 8-Flower Nectar, que é uma delícia.
Uma vez por mês, vou ao Françoise Morice para uma limpeza facial – eles têm tratamentos muito bons, é incrível como iluminam a pele. Se eu fico cansada, tiro 15 minutos para deitar e ponho máscara. Amo a máscara da SK-II, porque ajuda com colágeno e fixa bem na pele. A Guerlain também é muito boa e usei a vida inteira. Depois de uma pausa de 15 minutos, se eu estiver muito cansada para levantar e fazer alguma coisa, tomo vitamina C pra me animar.

(Foto: Virginie Khateeb)

Maquiagem

Eu sempre usei muito, muito pouca maquiagem. Menos é mais, e quanto mais você envelhece, melhor é fazer uma maquiagem leve. Para o meu rosto, gosto de um bom primer. Acho que é muito bom para as mulheres que usam maquiagem, porque age como uma barreira entre a pele e a poluição do ar. Eu uso o primer Dr. Brandt Pores No More, com uma base da Shiseido ou Guerlain. Mas mesmo que eu não queira usar maquiagem, sempre uso batom e faço as sobrancelhas. As sobrancelhas são indispensáveis. Nos bastidores de um filme, sento com meu maquiador e falo sobre como as sobrancelhas são a parte mais importante do look. Mais importante até que os próprios olhos.
E claro, eu uso lápis da Laura Mercier Kohl, e batom dela também. É forte, mas não é brilhoso, o que dá uma aparência mais natural. Ela faz cores incríveis, como Françoise Nars também faz. Armani também faz ótimos batons. São muito pigmentados, então, para ocasiões especiais, são perfeitos. Porque, você sabe, se você estiver indo a um jantar, precisa tomar cuidado com o batom que você usa. Tem que ser matte o bastante para durar mais. Eu não gosto muito de matte, mas é preciso se você for comer. Para os cílios, eu também uso um rímel da Armani chamado Eyes To Kill.
Outra coisa que considero importante é pó-de-arroz, porque se você quer manter a maquiagem o dia inteiro na pele, ela tem que estar boa. Eu gosto de um pó da MAC que não tem cor, mas ajuda a dar um efeito matte. E eu uso o pó translúcido da Cle de Peau, que é difícil de achar. Eu tenho amigos que trazem para mim quando viajam, porque na França nós não conseguimos encontrar mais. Eles [Cle de Peau] fazem produtos maravilhosos. 

(Foto: Virginie Khateeb)

Fragrância

Quando eu começo um filme, gosto de ter uma fragrância especial para usar. Então eu começo um filme amanhã e vou usar o Eau de Magnolia, de Frederic Malle – eu gosto porque para todos os perfumes ele trabalha com uma pessoa diferente para criar algo especial. Depois do filme, eu guardo o perfume, e quando usá-lo vou me lembrar da experiência. Não é uma coisa que sempre fiz, mas tenho feito há alguns anos. E também gosto muito do perfume do Francis Kurkdijan, porque ele é muito especial. Ele quem fez o primeiro perfume do Jean Paul Gaultier, mas agora está com linha própria.
No verão, eu amo usar jasmim. Aroma de flores é muito natural, mas, ao mesmo tempo, tem algo mais profundo. Tem um almíscar de Frederic Malle, Carnal Flower, que eu amo. E também flor de laranjeira, é apaixonante.

(Foto: Virginie Khateeb)

Cabelo

Por não ser naturalmente loira, sempre cuidei do meu cabelo. Usei os produtos do Christopher Robin por 15 anos – são muito, muito bons, desenvolvidos com ingredientes naturais, que são muito suaves. [Robin] também tem um esfoliante com sal do mar que eu uso a cada três semanas para limpar o couro cabeludo. Quando eu estou trabalhando, só lavo meu cabelo duas vezes por semana, porque ele é muito cheio e fica volumoso. Mas quando eu lavo com mais frequência, eu uso a máscara de limão de Christophe Robin como shampoo – é incrível para cabelo loiro, dá muito brilho. E então há o produto sem o qual eu não vivo, o Intense Regenerating Balm. É muito leve, você pode aplicá-lo a todos os cabelinhos do rosto para alisá-los. Está sempre na minha bolsa.”


Deneuve fotografada por Virgine Khateeb no Le Maurice em Paris, França, em 30 de março de 2016. Cabelo de Jean Claude Gallon. Maquiagem de Régine Bedout. Entrevista por Marie-Cybèle Muysers. Tradução de Rafaella Britto. 


*Into the Gloss é um site dedicado à beleza que explora as rotinas de mulheres inspiradoras. Fundado por Emily Weiss em 2010, o ITG é referência em maquiagem, cuidados com a pele, cabelo e saúde. Conhecido por colunas como Top Shelf e Top of Shelf After Dark, seus editores sentam-se ao lado de personalidades que vão desde Jenna Lyons a Kim Kardashian, para falar sobre carreira, produtos, e o que a beleza significa para as mulheres de hoje. 

Império Retrô

Criado em 2010 por Rafaella Britto, o blog Império Retrô aborda a influência do passado sobre o presente, explorando os diálogos entre moda, arte e sociedade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário