As tendências da moda nos anos 2000

Por Rafaella Britto

Destiny's Child (Foto: Reprodução)

No início do século 21, o mundo viveu seu período experimental - experimentalismo nas artes, nas tecnologias e na moda: nos anos 2000, a partir da máxima “nada se cria, tudo se copia”, não havia limites para o experimentalismo nas combinações e releituras de tendências passadas. Os cabelos, agora, eram lisos. As peças eram, em sua maioria, monocromáticas e em cortes minimalistas. Podiam-se misturar chapéus fedora, top croppeds, colar de miçangas, calças de moletom, botas de caubói, óculos de lentes coloridas, plumas e paetês. As infinitas possibilidades de combinações revelavam diversão, liberdade e democratização. Brega? Talvez. Mas não negue: ao menos uma dessas tendências esteve presente no seu guarda-roupa. Viaje no tempo relembrando o que era moda nos anos 2000.

Minissaia, top cropped, moletom, boina, chapéu fedora, plumas e paetês: nos anos 2000, tudo era permitido (Foto: Reprodução)


Calças Saint-Tropez

As calças Saint-Tropez (cintura baixa) foram criadas na década de 1960, porém foi nos anos 2000 que dominaram as ruas, vitrines e passarelas: as calças possuíam cinturas extremamente baixas e eram ornamentadas por cintos largos (e, não raro, pequenas correntes). Embora fossem usados variados modelos (skinny, capri, estilo militar), as calças Saint-Tropez mais populares eram as bocas-de-sino. Inegavelmente, as cinturas baixas eram deselegantes e causaram grande prejuízo estético, deformando os corpos das mulheres e revelando gorduras indesejadas.

P!nk (Foto: Reprodução)

Beyoncé (Foto: Reprodução)

Destiny's Child (Foto: Reprodução)

Jennifer Lopez (Foto: Reprodução)

Denim

O denim (jeans) estava presente em calças, jaquetas, acessórios e todas as peças imagináveis, da cabeça aos pés. Como esquecer o “massacre” de Justin Timberlake e Britney Spears no red carpet do American Music Awards de 2001? Eram sucessos, também, os modelos jeans patchwork, como o desfilado pelo rapper Sisqo, no VMA de 2000.

Britney Spears e Justin Timberlake no AMA de 2001 (Foto: Reprodução)

Sisqo no VMA de 2000 (Foto: Reprodução)

Boinas

As boinas de aba larga eram sucesso entre as celebridades.

Lucas Grabeel e Ashley Tisdale como Ryan e Sharpay Evans em "High School Musical", 2006 - (Foto: Reprodução)

Christina Aguilera (Foto: Reprodução)

Britney Spears (Foto: Reprodução)

Avril Lavigne

A Princesinha do Pop Punk, Avril Lavigne, cantou os sentimentos da juventude da primeira metade da década de 2000, e lançou a tendência explosiva da moda “Sk8er Boi” entre adolescentes: peças largas e despojadas, gravatas, bermudões e silhueta andrógena, em contrapartida a sensualidade de cantoras pop como Britney Spears e Christina Aguilera. Avril Lavigne foi uma das mais populares cantoras da década: singles como “I’m With You” e “Complicated” estavam entre as canções mais tocadas de todas as rádios, e o rosto da canadense, estampado em bolsas, camisetas e acessórios.

Avril Lavigne, 2003 (Foto: Reprodução)

Avril Lavigne, 2003 (Foto: Reprodução)

Avril Lavigne, 2003 (Foto: Reprodução)

Conjuntos de moletom

Se hoje moletons são vistos como roupas para dormir, nos anos 2000 eram tendências no cinema, na música e nas ruas.

Ashley Tisdale (Foto: Reprodução)

Eminem no VMA de 2000 (Foto: Reprodução)

Gravatas na cintura

As gravatas saíram dos pescoços e foram parar na cintura.

(Foto: Reprodução)

Piercing no umbigo

Barriga à mostra estava entre as principais diretrizes da moda nos anos 2000, e nada melhor do que ter um piercing no umbigo para exibir. 

Britney Spears (Foto: Reprodução)

Adriana Lima e Gisele Bündchen (Foto: Reprodução)

Sobreposições

A tendência das sobreposições, vigente na década de 1990, predominou na década seguinte. Para além das blusinhas com alça, era moda sobrepor vestidos a calças.

Jessica Alba (Foto: Reprodução)

Ashley Tisdale (Foto: Reprodução)

Kelly Clarkson (Foto: Reprodução)

Blusas camponesas e saias assimétricas

O estilo bohemian chic era composto por blusas camponesas e saias assimétricas.

Cena de "The O.C. - Um Estranho no Paraíso", 2003 (Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Saltos plataforma e botas de cano médio/alto

Os saltos plataforma, embora confortáveis, não garantiam elegância às produções, porém eram obrigatórios no closet de qualquer mulher que quisesse seguir as últimas tendências da moda – juntamente com as botas de cano médio/alto, que poderiam ser coloridas ou monocromáticas, ter saltos plataforma ou agulha (ou mesmo não ter saltos).

(Foto: Reprodução)

Kelly Clarkson (Foto: Reprodução)

Hilary Duff (Foto: Reprodução)

Jennifer Lopez (Foto: Reprodução)

Minissaias

Toda garota precisava ter uma.

Mandy Moore (Foto: Reprodução)

Blusa cacharrel

Popular entre homens e mulheres.

Justin Timberlake e Britney Spears (Foto: Reprodução)

Hilary Duff (Foto: Reprodução)

Camisas de manga longa

As camisas de manga longa conferiam praticidade e leveza ao look. Os modelos que deixavam ombros à mostra eram, em sua maioria, listrados.

Halle Berry (Foto: Reprodução)

Mandy Moore e Shane West (Foto: Reprodução)

Vanessa Hudgens como Gabriella Montez em "High School Musical", 2006 (Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Boleros

Boleros eram populares em variedades de tecidos - de rendas a imitações de peles de animais.

Jennifer Aniston (Foto: Reprodução)

Miley Cyrus, 2006 (Foto: Reprodução)

Meias de redinha

As meias-calças de redinha, combinadas a all-star e minissaia, eram as favoritas entre as garotas que almejavam o estilo “rocker sexy”. 

(Foto: Reprodução)

Emo

O emo surgia como a última novidade nascida das subculturas: garotos emotivos dominaram o cenário pop dos últimos anos da década de 2000. O estilo, febre entre adolescentes, caracterizava-se, sobretudo, pelas longas franjas que chegavam a cobrir um dos olhos. Cintos de rebite, olhos demarcados de preto, all-stars, munhequeiras, camisas xadrezes de flanela e piercing no canto inferior do lábio. Na música, o emocore possuía ritmo melódico e letras sentimentais que tratavam da desilusão do amor juvenil. As principais bandas representantes do gênero foram My Chemical Romance, Simple Plan, Fall Out Boy, Good Charlotte, Green Day, entre outras.

Gerard Way (My Chemical Romance) - (Foto: Reprodução)

Império Retrô

Criado em 2010 por Rafaella Britto, o blog Império Retrô aborda a influência do passado sobre o presente, explorando os diálogos entre moda, arte e comportamento.

7 comentários:

  1. Meu Deus usei varias peças citadas acima rsrs
    o jeans era peça obrigatória na comunidade onde vivi minha infância.
    e na adolescência na fase ( Hard Rock )usei muito short e meia arrastão.
    Amei essa viajem aos anos 2000 me fez lembrar muitas coisas, texto lindo Parabéns.
    Beijos
    http://cherrycriis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Cris, shorts ou saia jeans com meia arrastão era o que ligava nessa época. Fico muito feliz que tenha gostado!

      Beijos,

      Rafa

      Excluir
  2. Nossa Saudades desse tempo !!! Jeans com cintura bem baixa e boca de sino como usei ! E cacharrel então nem me fale, bons tempos!!!!Adorei o post!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foram bons tempos mesmo, Fhabia! Fico feliz que tenha gostado!

      Excluir
  3. Quando eu era criança eu achava o máximo esse estilo e sempre pensava que quando eu estivesse na adolescência ia poder usar e arrazar....mas graças a deus essa moda passou.. kkkkkkkk pq era breguerrimo kkk

    ResponderExcluir
  4. Oie... Eu passei por essa época, rsrs, não me vesti de todas as formas, mas usei muito os boleros, as sandálias plataformas, ana bela como diziam, e usei bastante as saias assimétricas...As blusas de manda 3/4 uso até hoje... e graças a Deus nunca tive corpo para as calças Saint-tropez. ufa, ainda bem que essa moda passou. Se bem que na época era bem normal. mas eu não usaria hoje...

    ♥♥♥ Amantes de Jane Austen ♥♥♥ | XOXO Amantes de Jane Austen no FB XOXO

    ResponderExcluir
  5. Epoca em que ser "brega" era o chick

    ResponderExcluir